Carrinho 0

Fascínio Egípcio II

Autor(a): Luciane Vieira Z

Fascínio Egípcio II

Sinopse

   Após os nefastos acontecimentos que abalaram o Antigo Egito, o país se encontra em meio a uma guerra, o Faraó muito debilitado, não tendo condições de liderar o exército.
  As ameaças de Rui fazem a princesa reagir, ela se vê obrigada a levar seu filho pequeno à guerra. Suas preocupações ficam divididas entre a segurança de Horus e o que ouviu do deus Amon sobre Zeq. Procurando o sentido das palavras de Amon ela se torna sua devota, assim a outrora descrente princesa agora faz sacrifícios diários ao deus na esperança que de alguma forma ele lhe devolva o príncipe.
  No decorrer da história Naia é manipulada, Armais tem que aprender a lidar com o poder, o segredo do Faraó vem à tona e a princesa tem o esperado encontro com o sedutor deus Amon.   
 

Informações

  • Páginas: 382
  • Edição: 1
  • Ano de Publicação: 2015
  • Medidas: 16X23
 
 

R$ 45,00

á vista

Comprar
Voltar

Sobre o Autor

Luciane Vieira Z
Luciane Vieira Z nasceu em São Paulo. Começou a escrever ainda criança por uma iniciativa da escola. Em 1997 mudou-se para a cidade de Guarulhos, trabalhou na área pública até 2000, quando saiu pensou em realizar algum trabalho provisório em que lhe permitisse conciliar sua vontade de escrever, encontrou na pesquisa de mercado os meios que ansiava. O que ela não supunha era que a pesquisa lhe proporcionasse conhecer a história de vida de milhares de pessoas, de cultos, classes sócias e dificuldades totalmente antagônicas por todo o Brasil. A riqueza de informações trazidas pelos relatos das pessoas fazia sua mente fervilhar de ideias, mas colocar no papel um romance tornou-se uma dificuldade, que foi vencida anos mais tarde quando leu uma história egípcia, fascinada com o Antigo Egito leu vários livros a respeito fez uma pesquisa minuciosa o que deu origem ao livro Fascínio Egípcio.
 
CURIOSIDADES
Eu sempre tive muita imaginação e minha mente vivia cheia de estórias, mas ao tentá-las passar para o computador eu simplesmente não conseguia, parecia impossível digitar tudo o que eu tinha em mente. Justamente quando meu computador estava na manutenção eu tive a ideia de escrever uma estória sobre o Egito, eu não consegui esperar o computador ficar pronto e comecei a escrever  em folhas de sulfite que estavam na impressora, escrevi uma
trinta páginas. Quando finalmente o PC voltou da manutenção eu comecei a digitar o que tinha escrito, a corrigir os erros e refinar o texto dali dei continuidade e nunca mais parei.

Publicações